Quando poderemos tirar férias novamente?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Com o cenário da Pandemia causada pelo coronavírus, as férias e viagens foram diretamente atingidas.

Para aqueles que ainda tem a opção de programar o seu período de férias e também uma viagem, diversos pontos devem ser considerados.

O medo da contaminação tem fechado diversas fronteiras. A Europa, por exemplo, estuda suspender a entrada de turistas até setembro para impedir uma segunda onda de contágios.

Para viagens internacionais, especialistas apontam que a estimativa ainda não é muito animadora. Segundo a coordenadora do curso de Turismo da Estácio, Fernanda Arcieiri, o mercado internacional deve demorar para retomar a normalidade.

Num primeiro momento, o retorno do turismo se dará principalmente nos destinos nacionais. A tendência inicial será a prática do Turismo interno, com deslocamentos rodoviários que evitem aglomerações, como grupos grandes ou eventos de maior porte.

Os especialistas recomendam que as férias sejam planejadas apenas para 2021, se atentando às políticas de cancelamento para não haver problemas futuros.

Saiba mais na matéria original no portal de turismo do IG.

Acompanhe mais notícias e informações sobre viagens no nosso blog.

Comentários

Assine nossa Newletter

Receba novidades, dicas e ofertas da Deboni Câmbio direto no seu e-mail.

Fale com a Deboni Câmbio

Curitiba - PR
Rua Mal. Deodoro, 261 - Galeria Minerva, Loja 06 - Curitiba/PR
41992896688 Conversar
contato@debonicambio.com.br
Joinville - SC
Rua Blumenau, 64, Loja 12, Galeria Adville Business - Centro
4792932698 Conversar
joinville@debonicambio.com.br
Campo Grande - MS
Av. Afonso Pena, 5.723, sl. 1707, Ed. Evolution Business Center
6784657609 Conversar
campogrande@debonicambio.com.br
Exclusivo p/ clientes indicados por agências

Faça uma denúncia

Este é um canal que atende a Resolução 4.567 de 27 de abril de 2017 do Banco Central do Brasil, a qual exige que toda instituição financeira deve disponibilizar um canal para comunicação de indícios de ilicitude relacionados às atividades da mesma. A denúncia pode ser realizada de forma anônima ou identificada. Estão assegurados o tratamento confidencial das informações e a proteção da identidade do denunciante quando informada. Descrição da Estrutura Simplificada de Gerenciamento Continuo de Riscos – Segmento S5 Em caso de denúncia anônima, não preencha os dados de identificação do formulário.

Fale com a ouvidoria

O nosso canal de Ouvidoria tem por finalidade atender as reclamações, críticas e sugestões dos clientes da Deboni Câmbio. De acordo com a Resolução nº 4.433 de 2015 do Banco Central do Brasil, o prazo de atendimento ao cliente pelo canal de ouvidoria é de dez (10) dias a contar da data do registro da ocorrência.