Para onde os brasileiros já podem ou não viajar na pandemia: veja a lista

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Para onde os brasileiros já podem viajar

Com a chegada da pandemia no mundo, muitos países suspenderam a entrada de turistas e pessoas que tinham recém saído do Brasil.

Porém, gradativamente essas restrições estão sendo retiradas e seus governos, mesmo cautelosos, estão afrouxando essas reaberturas e retomadas de voos.

Em um artigo criado pela Nossa, a empresa consultou a IATA, a Associação Internacional de Transportes Aéreos, para saber paraonde os brasileiros já podem ou não viajar na pandemia.

A empresa ressalta, porém, que as informações contidas no artigo podem sofrer alterações conforme acontecimentos vão sendo noticiados.

Para onde os brasileiros já podem viajar

Egito

Brasileiros estão autorizados a entrar no país mediante apresentação de documento que comprove a negativa do exame de Covid. 

O teste precisa ter sido realizado até 96 horas antes do turista embarcar destino ao Egito.

Quênia

Brasileiros estão autorizados a entrar no país, e assim como no Egito apresentar exame negativo para Covid em até 96 horas antes do embarque.

Além disso, todos os passageiros estão sujeitos a fazer os exames necessários e a cumprir quarentena.

Seychelles

Brasileiros estão autorizados a entrar no país, com apresentação de exame negativo para Covid, feito com no máximo 72 horas antes do embarque.

Tunísia

Brasileiros autorizados a entrar no país, com apresentação de exame negativo para Convid, além de estarem sujeitos a cumprir quarentena de 14 dias.

Antígua e Bermudas

Brasileiros estão autorizados a entrar no país a turismo da mesma forma que nos países acima, com apresentação de exame negativo para Covid.

Além disso, todos os passageiros estão sujeitos a passar por exame médico e ainda cumprir quarentena.

Alguns países com acesso restritos para turistas:

Até a data do artigo, alguns países estão bloqueando a entrada de turistas, para tentar conter a proliferação do vírus.

Dentre eles, países como África do Sul, Cabo Verde, Angola, Marrocos, Moçambique, Argentina, Canadá e Chile.

Para conferir a lista completa de países, acesse o artigo completo AQUI

Acesse também nosso blog para mais artigos sobre viagem

Comentários

Assine nossa Newletter

Receba novidades, dicas e ofertas da Deboni Câmbio direto no seu e-mail.

Fale com a Deboni Câmbio

Curitiba - PR
Rua Mal. Deodoro, 261 - Galeria Minerva, Loja 06 - Curitiba/PR
contato@debonicambio.com.br
Joinville - SC
Rua Blumenau, 64, Loja 12, Galeria Adville Business - Centro
joinville@debonicambio.com.br
Campo Grande - MS
Av. Afonso Pena, 5.723, sl. 1707, Ed. Evolution Business Center
campogrande@debonicambio.com.br
Exclusivo p/ clientes indicados por agências

Faça uma denúncia

Este é um canal que atende a Resolução 4.567 de 27 de abril de 2017 do Banco Central do Brasil, a qual exige que toda instituição financeira deve disponibilizar um canal para comunicação de indícios de ilicitude relacionados às atividades da mesma. A denúncia pode ser realizada de forma anônima ou identificada. Estão assegurados o tratamento confidencial das informações e a proteção da identidade do denunciante quando informada. Descrição da Estrutura Simplificada de Gerenciamento Continuo de Riscos – Segmento S5 Em caso de denúncia anônima, não preencha os dados de identificação do formulário.

Fale com a ouvidoria

O nosso canal de Ouvidoria tem por finalidade atender as reclamações, críticas e sugestões dos clientes da Deboni Câmbio. De acordo com a Resolução nº 4.433 de 2015 do Banco Central do Brasil, o prazo de atendimento ao cliente pelo canal de ouvidoria é de dez (10) dias a contar da data do registro da ocorrência.