São Paulo – O dólar subia ante o real no início dos negócios desta sexta-feira, após marcar na sessão passada a maior queda diária em um mês depois de o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aceitar abrir processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Às 9:05, o dólar avançava 0,29 por cento, a 3,7596 reais na venda, após cair 2,26 por cento na quinta-feira. O Banco Central dará continuidade, pela manhã, à rolagem dos swaps cambiais que vencem em janeiro, com oferta de até 11.260 contratos, que equivalem a venda futura de dólares.

Tópicos: Câmara dos Deputados, Política no Brasil, Dilma Rousseff, Personalidades,Políticos, Políticos brasileiros, PT, Câmbio, Dólar, Moedas