CRE analisa acordo de reconhecimento de carteiras de habilitação entre Brasil e Itália

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

(PDS 172/2017) permitirá que residentes na Itália ou no Brasil que tenham carteiras de habilitação emitidas por seu país de origem possam convertê-las em documento de habilitação válido no outro país. A proposta é relatada pelo senador José Medeiros (Pode-MT). Ele explicou que a medida vai beneficiar os mais de 70 mil brasileiros residentes na Itália. Outro acordo na pauta é o PDS 161/2017, de cooperação cultural entre Brasil e São Vicente e Granadinas no campo das artes visuais, da música, da dança e da educação cultural. O acordo tem por objetivo incentivar a participação de artistas do Brasil e de São Vicente e Granadinas em festivais, oficinas e eventos realizados nos dois países. A proposição tem como relator o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que é favorável à aprovação. O terceiro acordo previsto é de cooperação na área de educação entre Brasil e Irlanda (PDS 162/2017). Celebrado em Dublin, o acordo tem como objetivos capacitar profissionais dos dois países e encorajar parcerias entre instituições de ensino superior, centros de pesquisa e agências governamentais. O relator da matéria, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), é favorável à aprovação. A reunião da CRE está marcada para as 9h, no Plenário 7 da Ala Senador Alexandre Costa. Agência Senado ]]>

Comentários

Assine nossa Newletter

Receba novidades, dicas e ofertas da Deboni Câmbio direto no seu e-mail.

Fale com a Deboni Câmbio

Curitiba - PR
Rua Mal. Deodoro, 261 - Galeria Minerva, Loja 06 - Curitiba/PR
contato@debonicambio.com.br
Joinville - SC
Delivery agendado
joinville@debonicambio.com.br
Campo Grande - MS
Av. Afonso Pena, 5.723, sl. 1707, Ed. Evolution Business Center
campogrande@debonicambio.com.br
Exclusivo p/ clientes indicados por agências

Faça uma denúncia

Este é um canal que atende a Resolução 4.567 de 27 de abril de 2017 do Banco Central do Brasil, a qual exige que toda instituição financeira deve disponibilizar um canal para comunicação de indícios de ilicitude relacionados às atividades da mesma. A denúncia pode ser realizada de forma anônima ou identificada. Estão assegurados o tratamento confidencial das informações e a proteção da identidade do denunciante quando informada. Descrição da Estrutura Simplificada de Gerenciamento Continuo de Riscos – Segmento S5 Em caso de denúncia anônima, não preencha os dados de identificação do formulário.

Fale com a ouvidoria

O nosso canal de Ouvidoria tem por finalidade atender as reclamações, críticas e sugestões dos clientes da Deboni Câmbio. De acordo com a Resolução nº 4.433 de 2015 do Banco Central do Brasil, o prazo de atendimento ao cliente pelo canal de ouvidoria é de dez (10) dias a contar da data do registro da ocorrência.